Hubert Daviz, Overview

Eis aqui um gênio oculto.

Hubert Daviz (aka Hub Deezy) nasceu na Romênia, mas com apenas 5 anos se mudou para Cologne, na Alemanha – motivo pelo qual 80% do conteúdo da rede relacionado a ele se encontra em alemão, o que dificulta em 7862% o meu trabalho. Além da nacionalidade, descobri que ele começou a produzir suas batidas em 2003, e em 2007 ingressou na família UpMyAlley.

Seu primeiro álbum saiu pela Melting Pot Music em 2010. Proceduri De Rutina é uma obra prima aparentemente desconhecida, já que sua edição limitada contou com apenas 500 cópias em vinil. Quando pensei que não dava pra ficar mais peculiar, li o review do álbum escrito pela própria gravadora:

The project started as a just-for-fun-beattape, after Hubert got hooked on the vintage jazz of his home country in late 2009. Call it magic, but the sample sources and Hubert’s very own trademark sound fitted so well that the new music cried for a release. “Proceduri De Rutina” is a deep but chilled trip into Hubert Daviz’s beat cosmos, inspired by some of the most obscure Eastern-European jazz you have never heard of.

Foi pela track Pe Vale (Prima Parte) que conheci o Daviz. Anestesiada, imediatamente a coloquei no meu ranking mental de tracks mais bonitas já ouvidas na vida. Se não houver paciência para o álbum completo, peço para dar uma chance apenas para ela, e por ela.

No mais, quero registrar um paradoxo que notei nas últimas semanas: estranhamente, esse álbum me cansou o corpo. Sempre que termino de ouvi-lo, me pego sentada sem postura na cadeira, fatigada. Passei alguns dias tentando descobrir o motivo de tanto sufocamento, e secretamente confesso que resquícios de um pensamento cartesiano podem ser úteis em alguns momentos, como na teimosia em significar aquilo que, muitas vezes, nem significação tem.

Pois bem, resolvi jogar o nome do álbum e suas faixas no google tradutor, Romeno > Português. Eis o resultado: Procedimentos de Rotina. 1 Palavra introdutória. 2 Em um mundo cheio de cães. 3 Outra ideia. 4 Primeiro fragmento. 5 O vale (A primeira parte). 6 O segundo fragmento. 7 Quinta-feira. 8 O vale (Segunda parte). Acho que depois disso, somado à força visual da capa do disco (esse loop da escada), posso cessar minhas interpretações por aqui.

Esse álbum completou 5 anos em maio de 2010, e o LP ganhou uma versão dupla revisada pelos amigos do Daviz, utilizando a mesma capa original, desenvolvida por Robert Winter e Chicken George. Dexter, FloFilz, Wun Two, TBRCK, Max Graef e Hulk Hodn milagrosamente deixaram a obra ainda mais rica, agora com o nome de O Altă Perspectivă ou, em português, Outra Perspectiva. Aí vão alguns exemplos:

Além de toda sua produção pessoal, Daviz também tem parceria com o músico Hulk Hodn (já já ele aparece por aqui) – criaram o duo Huss and Hodn, e lançaram o Kaseta em 2011, um álbum de hiphop instrumental. SIM:

É, se esse não é o encontro perfeito do jazz com o hiphop, então não sei onde ele está. Ainda não se convenceu com o talento esculpido por anjos do Daviz? Tem esse mixcloud só com os clássicos do rap/hiphop pra você então:

Outras pérolas:

Amém.

Cologne. Hubert Daviz’s Spotify, Bandcamp, Soundcloud.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s